segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

Lugar de poesia é na balada.

Antes do Verbo era o caos: iniciozinho de Junho, e aquele frio desolador pros sem-namorado(a) de plantão (eu). Então foi do frio, de Junho, das querências de desmitificar o fatídico décimo segundo dia desse mês, que surgiu a idéia do nosso Sarau. Ah, e de Mário de Andrade, que emprestou, muito generosamente, o nome "Verbo Intransitivo" pra nossa tertúlia que pretendia propagar, através da leitura de textos com temática específica, o tal do amor num sentido mais amplo, que se conjuga sem objeto direto ou indireto, uma lindeza. Conversa fiada: na hora todo mundo bebeu um vinho bom, comeu o bolo de milho da dona Marlene e leu mesmo o que quis, rs. Mas a simpática alcunha perdurou nas edições seguintes - e, sinceramente, não haveria mais pertinente. O que se vê nessas reuniões é puro amor, minha gente.

A segunda edição tardou mas veio: Outubro, calor, Café Mourad's, com uma receptividade ímpar por parte dos funcionários e administradores do local e um público bem mais numeroso. O Chuva Fina com suas rendições inspiradas e lindíssimas das músicas de Sérgio Sampaio só embelezou ainda mais o evento.

E repercussão e vontade nos trouxeram até a última edição deste ano, realizada em 11/12/09. Dessa vez quem nos cedeu o espaço foi o Gilson, do Studio 27, e tivemos a honra de inaugurar o Sebo Cineclube e trazer à baila o Poesias de Outubro, projeto do William, que com sua namorada Jackie e a amiga Polly, apresentou poesias autorais musicadas com muita sensibilidade. Nossos queridos músicos e amigos de todas as horas: Lelê, Popov, Flavinha e Léo, também tocaram pra gente suas versões de Chico Buarque e de Roberto Carlos. Luan Volpato ainda compôs o ambiente com sua bela exposição de fotos, "Tramas".

E a poesia sempre lá, claro. No mural, sobre a mesa, em papeizinhos embolados nos bolsos das pessoas. Leituras em grupo em plena sexta-feira à noite, e nem era igreja. Gente compenetrada, e nem era futebol. Ê, meu Cachoeiro de Itapemirim.

Quero deixar aqui meu muito obrigada para os amigos que ajudam a organizar, para os amigos que cedem sua arte, seja música, performance, escritos, quadros ou fotografias, para aqueles que ajudam a divulgar, para os cederam espaço até hoje, pros que sempre comparecem, pros que ainda vão comparecer.

E em especial pro meu amigo Luiz, que é co-organizador dessa bagunça boa, mentor criativo, o cara que faz os cartazes lindos, etc etc. Não teria ido a lugar algum sem a ajuda dele.

Abaixo algumas fotos da espetacular Natássya Carvalho, registros dessa terceira edição:




















E Fevereiro tem Verbo IV :)

-------

Ah, e a despeito do caos e do frio lá de Junho:



:)

.

6 comentários:

Luiz Carlos Cardoso disse...

Que isso, é uma honra compartilhar desses momentos de arte e poesia. Isso só me faz bem e qdo vejo os outros participando desse movimento, aí é só alegria!

Prazer td meu produzir esses Saraus com você. Que venham muitos outros em 2010!

Grande beijo!

Usuale disse...

Oi! Tem um site muito bacana que possui mais de 50.000 acessos ao dia e fazem parceria com blogs/sites, vale a pena! Eu já fiz o meu!Só lembrando que você tem que como se trata de uma parceria você tem que colocar o selo deles também no seu blog/site também que você pode pegá lo no mesmo link abaixo!Senão você não receberá acessos!

Aí vai o link: http://www.guiademulher.com.br/enviar_blog.php

Feliz Natal!

Léo Fardim disse...

Como sempre você exalando beleza e harmonia pelos poros, e depois não sabe por que digo ser tão bela?!

...meu verão é mais quente com você! Inverno? Já não consta em meu calendário.
Te amo!

G. Pardal disse...

Ah que pena, nem fiquei sabendo. E eu super reclamo por cachoeiro nao ter essas coisas... :(

gente mal informada e´ um problema...

jefhcardoso disse...

Que linda essa primeira parte do texto (Mário de Andrade para começar e o que quiser ler para continuar; sorrio)!

Que legal o evento que seguiu. Pareceu-me muito agradável.

Belas fotos! E boa sorte em sua despedida, que ela seja vindoura, duradoura e banhada em poesia.

Jefhcardoso de blog em blog conhecendo gente, lendo os mundos deixando algo.

http://jefhcardoso.blogspot.com

marco aurélio disse...

Uns anos atrás, quase uma década, promovia com os amigos e pela faculdade Cafés Literários, Cafés Filosóficos e outros eventos culturais, e via uma vibrante vida intelectual na cidade. Por um tempo me pareceu que isso tudo havia se apagado. Me pareceu que havia uma unanimidade em torno da bossalidade, da breguice e preguiça mental. Participar dos últimos saraus me fez acreditar que essa minha percepção não é verdadeira. E ver tantos ex-alunos nesses eventos, organizando, tocando, cantando, declamando, confesso, enche-me de certo orgulho.

Obrigado a você a ao Luiz pela oportunidade e estarei na quarta edição.