segunda-feira, 18 de agosto de 2008

Tereza e a Estante


Os olhos grandes olham, com lascívia
O coração pulsando, muito alerta
Os homens dispostos à sua frente

Fita-os ela, com a boca entreaberta
De crianças olhando pipoca quente
Despejada em saquinhos, fresquinha
Os mesmos olhos brilhantes
Da menina e a pipoca:
É minha!
Tereza e seus possíveis amantes

Ergue uma das mãos, em incerteza
E desliza-lhes os dedos pelos torsos
Vacila, pondera, sobre quem a mereça
Puxa-os para si e toca-lhes os rostos
Um a um os sente, vagarosa
Que essas horas dispensam avareza

(Depois conta ela, fingida,
Essa menina Tereza
Metade cenho franzido,
Diz ela por pura estranheza
Metade sorrisinho torto, metido
De quem não diz, mas tá prosa):

Veio Vinícius, num andar atrevido
Co’umas propostas muito indecorosas
De brigadeiro, purê e Europa

E enquanto Pablo jurava um amor de pureza
Jorge apostava que eu era menina fogosa
Já Carlos era doce nos versos
Homem cheio de sutilezas

Até Gabriel chegar, em polvorosa
E me acusar de, na verdade, ser princesa
De um lugarejo longe, descartado
Dos mapas, dos ventos da rosa,
Repleto de paisagens pitorescas.


Ah, Terezinha, eu entendo
Que assim só com nervos de aço
Entendo tanto que tou vendo
Você saindo de fino
Com todos debaixo do braço
(hein, sacana!)
E sei que está pensando em um
Pra cada dia da semana.

11 comentários:

Renata Mofatti disse...

Essa Terezinha é mesmo insaciável... Também, fica difícil escolher, são tantos homens-escritores bons rsrsrsrs... Ela vai aproveitar e as letras nos olhos de Tereza refletirá...

Marcelo Grillo disse...

É incrível como você consegue misturar o sério com o risível. Como consegue ser a escritora distante e ao mesmo tempo a personagem tão próxima, a bibliotecária bonachona e a menina ladra de livros? E fazer de livros os homens por quem uma menina-mulher se apaixona... Ah, homem-livro-amante... quem me dera estar na sua estante! Beijo

Mônica disse...

"Ah, homem-livro-amante... quem me dera estar na sua estante"

hahaha

muuuuuito bom o texto.

Fernanda Barata disse...

Mas, olha, que eu até entendo a Tereza! São tantos ali na nossa frente que vai dando uma ânsia, uma aflição de devorar tudo na hora, a um só tempo, que eu, na verdade, acabo por não levar nada...

Parabéns! Você é ótima, moça!

daniela disse...

Milena e a Estante!
=)

eu quero ser princesa de Gabriel de lugar longe... e queria Pablo jurando amor forte e simples!
ai... ;D

the drama queen disse...

Simpatizo com Tereza.
Sei bem como ela se sente... =)

C. disse...

palmas pra vc, moça. isso é muito bom. colheu direitinho =)

beijo

the drama queen disse...

faz um poema sobre pinguins???

alguém que não é legal disse...

Olha eu aqui de novo!
Poxa vida, tudo que vc toca deve virar ouro, hein?? Bons demais os últimos textos!
E o seu livro? Vai lançar quando? Eu quero a primeira edição!! huahauhauahau

bjo!

Pablo Marques disse...

é e seu livro vai lançar quando???? qro um exemplar \o/
um dos primeiros
adorei a tereza e eh uma otima ideia ela fikar com um por semana
mais começe por gabriel
gabriel é muito bom \o/

adoreiii demais a tereza como sempre escrevendo muito bem

em brevce atualizarei lá a inspiração tah voltandop aos poucos x)

bjOOO

Fernanda Fassarella disse...

ahhh, como não tinha visto antes?
encantei-me... estou babando.
sem palavras...
muito lindo mesmo!
=*